Projeto Almada Negreiros
O Desvendar da Arte da Pintura Mural de Almada Negreiros (1938-1956)
 

Projeto

O DESVENDAR DA ARTE DA PINTURA MURAL DE ALMADA NEGREIROS (1938-1956)

ESTUDO CIENTÍFICO DAS TÉCNICAS PICTÓRICAS, DOS MATERIAIS E DE DIAGNÓSTICO COMO GUIAS PARA A SUA CONSERVAÇÃO E USUFRUIÇÃO

ÁREA CIENTÍFICA: Património Cultural- Estudos artísticos
CATEGORIA: Projeto FCT R&D
PROJETO REF: PTDC/ART-HIS/1370/2020
INÍCIO /FIM: 2021/2024

 

O projeto ALMADA pretende estudar pela primeira vez com técnicas de imagem e de análise o legado de pintura mural de Almada Negreiros, uma das figuras-chave da vanguarda e do modernismo em Portugal. Em destaque estão os cinco núcleos de pinturas murais encomendados na cidade de Lisboa entre 1938 e 1956, na Igreja de Nossa Srª do Rosário de Fátima, Edifício DN, estações Marítimas de Alcântara e Rocha do Conde de Óbidos e o Liceu EB Patrício Prazeres.

Três abordagens estão previstas:
a) História da Arte e História Técnica da Arte para situar as pinturas no seu contexto histórico e artístico.
b) Exames de superfície das pinturas no local usando técnicas convencionais e avançadas de imagem na gama visível e invisível;
c) Caracterização técnica e material, combinando análise não invasiva in loco com técnicas microscópicas e analíticas avançadas em laboratório. .

Os objetivos são a identificação e caracterização das técnicas pictóricas, constituintes dos suportes e das camadas cromáticas, e suas implicações nos processos de deterioração para sua conservação futura.

Este projeto transdisciplinar é uma colaboração conjunta entre o laboratório HERCULES da Universidade de Évora, a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC-IJF e DEPOF), o Instituto de História da Arte da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (IHA-FCSH / UNL) e a Administração do Porto de Lisboa (APL). Os resultados obtidos ao longo dos três anos serão um passo vital no conhecimento, valorização e conservação da arte da pintura mural de Almada Negreiros.

 

INSTITUIÇÕES PARTICIPANTES

  • Laboratório HERCULES da Universidade de Évora
  • Direção Geral do Património Cultural – Instituto José de Figueiredo (IJF) e Departamento de Estudos, Obras e Fiscalização (DEPOF)
  • Instituto de História de Arte da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (IHA-FCSH/UNL)
  • Administração do Porto de Lisboa (APL)

 

EQUIPA DO PROJETO

 

Media

Video do projeto

Notícias